formats

Poder Público Municipal não consegue consertar entupimento.

Publicado em 28 de junho de 2017, por em Jequié.

Moradores e comerciantes na Av. Rio Branco chamaram a reportagem deste blog para mostrar a situação que fica a esquina da Av. Rio Branco com Rua Jornalista Fernando Barreto com ás águas das chuvas “empossadas”. Um “entupimento” que impede que as águas das chuvas caia na rede fluvial formando uma grande lagoa causando transtornos principalmente aos pedestres que passam pelo local. Os veículos que passam jogam as águas nas calçadas molhando quem passa e como fica acumulada termina isalando um mau cheiro depois de um a dois dias. Os moradores informaram a reportagem que este problema se agravou a 8 anos atras e até hoje o poder público municipal não consegue resolver. Com a palavra a Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Após as chuvas água fica empossada causando problemas para quem passa. (Foto Agência AM).

 

formats

19º BATAHÃO RECUPERA VEÍCULO ABANDONADO NA CIDADE DE JAGUAQUARA

Publicado em 28 de junho de 2017, por em Policia.

Por volta das 09:00h de terça-feira (27.06.), policiais da 3ª CIA PM/Jaguaquara foram informados que uma carreta estaria abandonada no entroncamento de Jaguaquara. De posse da informação, a guarnição providenciou um cavalinho para removê-la até a porta do quartel. A SOInt manteve contato com os proprietários, que residem na cidade de Sete Lagoas-Mg, e estes, ao tomarem ciência da recuperação, deslocaram-se até a cidade de Jaguaquara para reaver o veículo.

Veiculo recuperado pela Policia Militar em Jaguaquara. (Foto Divulgação)

formats

19º BATALHÃO DIVULGA RESULTADOS DA OPERAÇÃO SÃO JOÃO 2017

Publicado em 27 de junho de 2017, por em Segurança.
19º Batalhão finaliza operação São João com êxito em todas as cidades de sua responsabilidade. Para garantir a segurança dos festejos, foi realizado um patrulhamento nos dois circuitos da cidade de Jequié. Além disso, as cidades de Jitaúna, Apuarema, Itagi, Manoel Vitorino, Jaguaquara, Nova Itarana, Itaquara, Brejões, Santa Inês, Cravolândia e Irajuba também foram atendidas, tendo empregados mais de 470 policiais durante os quatro dias de festa. A Avaliação de Produtividade consta que os resultados foram satisfatórios no que tocam às ações preventivas, com um total de  1778 indivíduos abordados, tendo conduzidas apenas duas prisões em flagrante, e apenas 1 furto registrado. Não houve registro de ocorrências de maior gravidade. Para o Ten Cel Gondim, a segurança da comunidade e de seus visitantes foi garantida por meio de muito esforço e dedicação de sua tropa, que não mediu esforços para que toda a população desfrutasse de uma comemoração pacífica e tranquila. “Durante o balanço das ações realizadas nos festejos juninos, concluímos que o saldo foi bastante positivo, tendo em vista se tratar de um evento de grande porte na região. A Polícia Militar se esforçou para marcar sua presença de maneira providencial na preservação da ordem pública.” – finalizou o comandante. Os resultados mostram que efetivo do 19º Batalhão contribuiu para que as ações fossem desempenhadas favoráveis a um evento tranquilo, sem maiores alterações e assegurando o bom andamento das atividades e a paz de toda a comunidade.
Policiais Militares atentos na Operação São João 2017. (Foto Divulgação)
formats

Muro do aeroporto em Jequié está caído a 90 dias.

Publicado em 27 de junho de 2017, por em Jequié.

O tempo passa e providencias não são tomadas para resolver um problema que poderia ser resolvido em um dia. O muro que caiu no aeroporto Vicente Grilo em Jequié com as  últimas chuvas que caíram (mais de 90 dias), até o momento não foi recuperado. No período junino foram registrados vários aviões descendo e decolando no aeroporto que não oferece nenhuma segurança o que chama atenção dos pilotos. Se o fato for levado para Anac e aeronáutica o aeroporto de Jequié poderá ser fechado novamente. Com a palavra a Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Muro está caído a mais de 90 dias colocando em risco as aeronaves. (Foto Produção).

formats

“Governo abafa situação de caos na saúde do estado”, diz líder da Oposição na Assembleia 

Publicado em 26 de junho de 2017, por em Politica.


Leur Lomanto Jr. cita morte de pedreiro após 10 dias esperando por exame de tomografia em hospital com equipamento desligado 

A precariedade na saúde pública do estado e a falsa propaganda sobre os investimentos no setor é apontada pelo líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Leur Lomanto Jr,  como um dos graves problemas da gestão do governador Rui Costa (PT), na Bahia. Segundo o deputado, as queixas da população, em várias regiões do estado cada vez mais desmentem o que dizem as propagandas do governo sobre o atendimento e a assistência a saúde. O deputado cita a morte do pedreiro de 57 anos, após ter esperado por dez dias um exame de tomografia, no Hospital Menandro de Faria, em Lauro de Freitas, sendo que a unidade tinha o aparelho para a realização do procedimento, mas o equipamento estava desligado há dois meses. “Um exame poderia ter salvado a vida desse paciente.  Infelizmente casos como esses se repetem nas unidades de saúde e isso mostra que a saúde não anda bem assistida, como o governo vem tentando mostrar na propaganda. Pacientes tem seus direitos violados e milhares morrem nas filas a espera de exames e cirurgias”, lamentou. O deputado lembra que o governador prometeu implantar onze  policlínicas em 2015 e vinte e sete até o fim do mandato, mas até o momento não entregou nenhuma. “O governo abafa a situação de caos na saúde do estado. Prometeu também sete hospitais e entregou apenas algumas reformas. O antigo Hospital São Jorge que apenas mudou o nome para Hospital da Mulher não vem atendendo a grande demanda. Hoje mesmo, uma paciente  internada na unidade criticou o atendimento, em entrevista a uma rádio ao relatar que desde o último dia 12 estava internada e que dependia da regulação para fazer um exame. Uma outra disse que desde janeiro aguardava um exame e não conseguia”, criticou.

Líder da oposição deputado Leur Lomanto Júnior. (Foto Divulgação).

 

formats

Proprietária de supermercado diz que não faltou carne

Publicado em 26 de junho de 2017, por em Jequié.

A informação que foi publicada na rede social e num blog em Jequié informando que estaria faltando carne nos supermercados, não procede. A reportagem deste blog manteve contato com a proprietária dos supermercados Mini Preço e Megamix e ela informou que em momento nenhum houve falta do produto. O fornecimento continua normal e a comercialização também.

CÂMARA E FRIGORIFICO:

O que se sabe é que são mais de 60 dias que foram fechados a câmara frigorifica que existe no Centro de Abastecimento Vicente Grilo e o frigorifico Vale do Sol por problemas de funcionamento inadequado o que obrigou a vigilância sanitária fechar os dois. Mas o comercio de carne em Jequié continua normal sendo abastecido por frigoríficos de outros municípios a exemplo de Vitoria da Conquista e Itapetinga. E no final da tarde de segunda-feira (26.06.) este blog recebeu outra informação de que as providencias já estão sendo tomadas para a volta do funcionamento do frigorifico Vale do Sol como também da câmara frigorifica do CAVG.

Frigorifico continua fechado mais não existe falta de carne no comercio de Jequié. (Foto Produção).

 

formats

Atendimentos no HGPV período do São João.

Publicado em 26 de junho de 2017, por em Jequié.

O setor de informações do Hospital Geral Prado Valadares-HGPV divulgou na segunda-feira (26.06.) o número de ocorrências no período do São João entre os dias 23 a 25 de junho. Mas uma vez o número de acidentes com motos supera todos os outros chegando a 43 o que surpreendeu foi as ocorrências com queimaduras apenas duas. Os casos de quedas ainda continua alto sendo registrado 30 ao todo e 326 clinica geral somando todos os tipos de atendimentos chegou a 489. A situação no HGPV ainda é de muita preocupação a quantidade de médicos para atender a população é pequeno e existe demora, os corredores continuam lotados (foto) mesmo com toda boa vontade das equipes que trabalham nos plantões. O jornalista Ari Moura esteve no hospital precisando de atendimento para um filho que levou um corte na cabeça, teve que esperar mais de 1 hora e meia e não foi atendido ele preferiu levar para um outro hospital mesmo porque chegaram dois acidentes com motos e ele entendeu que era mais urgente. Uma funcionária do HGPV disse que os problemas continuam na rede pública municipal que não está atendendo satisfatoriamente e os casos vem para o hospital.

Camas continuam tomando os corredores do Hospital Prado Valadares. (Foto Agência AM).

 

formats

Missa em homenagem a Manoel Lafaiete Guedes Torres

Publicado em 25 de junho de 2017, por em Jequié.

Foi celebrada na noite de domingo (25.06.) ás 18 horas no Santuário da Imaculada Conceição-Av. Rio Branco-centro Jequié. Missa em homenagem a alma de Manoel Lafaiete Guedes Torres com a presença de familiares e amigos com cânticos e orações celebrado pelo monsenhor Aroldo que na homilia falou da importância da lembrança de anti queridos que passaram para companhia do pai. Foi distribuído aos presentes um folheto com homenagem a Manoel Lafaiete contendo a Oração da Família (foto). O jornalista Ari Moura amigo do tempo da adolescência lembrou a importância de Neto Lafaiete como o chamava quando os dois iniciaram os primeiros passos no jornal  O Labor do odontólogo Deotado Astré um dos periódicos antigos de Jequié onde Neto Lafaiete realizava as composições de paginas letra por letra e palavra por palavra até formar as frases. Final dos anos 50 e começo dos anos 60 juntos eles deram os primeiros passos. Depois a vida desenhou o destino de cada um com Neto Lafaiete entrando para vida bancária ao passar no concurso do Banco do Brasil aonde permaneceu até sua aposentadoria. Formado em direito teve participações importantes na profissão em Jequié e Jaguaquara onde fixou residencia casando com Maria Eunice da Rocha tendo três filhos. Uma história bonita de um jovem de família integra e honesta que tudo lhe deu os pais e irmãos. A lembrança de Manoel Lafaiete Guedes Torres:

Familiares e amigos foram prestar homenagem na missa celebrada. (Foto Agência AM).

formats

Movimento de ônibus diminui nas festas juninas.

Publicado em 25 de junho de 2017, por em Jequié.

A reportagem deste blog pôde registrar no domingo (25.06.) uma diminuição do movimento de ônibus no Apoio Rodoviário de Jequié as margens da BR-116. Em comparação aos anos em que as festas juninas nos estados do Nordeste chamava atenção do Brasil pode-se dizer que diminuiu em mais de 60%. Nenhum dos ônibus que parou no domingo pela manhã no Apoio tinha sua lotação completa uma variação entre 10 a 15 passageiros que viajavam e na sua maioria por outros motivos já que a festa esta acabando. Outro registro feito é que na manhã de domingo não teve mais de 10 ônibus parando no apoio rodoviário mostrando claramente a queda do número de passageiros principalmente vindos dos estados do Sudeste para o Nordeste. A reportagem deste blog registrou a semana passada no trecho entre Feira de Santana a Jequié (265 Km) apenas dois ônibus da empresa Gontijo passando pela BR-116 no sentido Sul/Norte. Quando era normal encontrar de 15 a 20 ônibus. Além da crise econômica a falta de motivação para participar das grandes festas.

Plataforma no Apoio Rodoviário de Jequié com pouco movimento de ônibus. (Foto Agência AM).

 

formats

Doenças respiratórias e cardíacas requerem atenção especial no inverno

Publicado em 25 de junho de 2017, por em Informações.

Agência Brasil – Com a chegada do inverno, que teve início na última quarta-feira (21.06.), algumas doenças requerem atenção especial. A mais comum delas é a infecção respiratória. Resfriados, rinite e bronquite costumam ser mais frequentes com as mudanças de temperatura e o tempo seco. Mas o estilo de vida mais sedentário e as alterações no organismo por conta da estação também aumentam os riscos de doenças do coração. A Agência Brasil conversou com especialistas das duas áreas e destaca medidas que podem ajudar a prevenir doenças nessa época do ano. O otorrinolaringologista Thiago Bezerra explica que a menor umidade e o resfriamento do ar deixam a mucosa nasal mais suscetível a infecções. A tendência de um maior confinamento em lugares fechados também aumentam a circulação de germes. “Daí vem aquela principal medida para evitar a difusão dessas infecções de vias aéreas superiores: lavar as mãos regularmente”, destacou o médico, que é membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ele destaca ainda outra medida simples, como o não compartilhamento de utensílios domésticos – como copos, pratos e talheres – quando um integrante da família estiver gripado. Para os quadros de rinossinusite, é fundamental lavar o nariz com soro fisiológico ou solução salina, que ajuda a desobstruir as vias e a diminuir a possibilidade de infecção. Ele aponta ainda que crianças costumam ser mais suscetíveis às doenças respiratórias, mas é preciso estar atento ao uso indiscriminado de antibióticos. “Se tiver dúvidas, busque uma avaliação médica”, alertou.

Coração

Os cuidados com o coração também são necessários nessa época de frio mais intenso em algumas partes do país. De acordo com o cardiologista Américo Tângari Júnior, a alimentação pesada, a maior probabilidade de abandono dos exercícios físicos e até mesmo uma gripe, favorecem as doenças do coração. “As mortes por enfarte do miocárdio aumentam 30% durante o inverno, segundo estudos feitos em todo o mundo há pelo menos 50 anos”, disse. Em relação às infecções respiratórias, ele aponta que o risco de ataque cardíaco aumenta 17 vezes após doenças como pneumonia, gripe ou bronquite, segundo pesquisa da Universidade de Sydney, publicada no Internal Medicine Journal. Tângari Júnior destaca que, segundo o estudo, uma das hipóteses “para que a exposição a infartos seja maior após o registro de infecções respiratórias é a ocorrência de alterações no fluxo sanguíneo”. Segundo o cardiologista, o frio também pode ser responsável pela contração dos vasos sanguíneos, de acordo com estudos realizados em hospitais paulistas. Isso ocorre porque os receptores nervosos da pele estimulam a liberação dos hormônios adrenalina e noradrenalina, que tem como consequência o estreitamento dos canais de circulação do sangue. “Embora não tão significativo, pode gerar rupturas de placas de gordura no interior das artérias coronárias, que irrigam o coração”, alerta. No inverno, alimentos mais calóricos são consumidos como uma “necessidade para manter o corpo aquecido”. O médico destaca que o problema, no entanto, é que essa prática vem associada a um menor ritmo de exercícios físicos. “A pessoa deve manter no inverno a frequência, o volume e a intensidade da atividade física costumeira”, indica. Além dos cuidados de prevenção e avaliação médica, especialmente de quem tem histórico familiar ou tem hipertensão, é importante manter uma alimentação saudável, evitando excesso de gordura e sal.

Os cuidados devem ser redobrados com as doenças comuns no inverno. (Foto Divulgação).