Lula chama Palocci de ‘calculista e frio’ e diz a Moro que ex-ministro mentiu.

Ex-presidente foi ouvido por 2h10 na quarta (13.09.) em ação que investiga se ele recebeu propina da Odebrecht. Em depoimento semana passada, Palocci disse que Lula tinha ‘pacto de sangue’ com empresa. ‘Ele inventou a frase de efeito’, disse ex-presidente.

 Em depoimento na Justiça Federal de Curitiba na quarta-feira (13.09.), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o ex-ministro de seu governo Antonio Palocci “mentiu” em depoimento ao juiz Sérgio Moro. “Eu vi o Palocci mentir aqui”, afirmou. Lula chamou o ex-ministro de “calculista e frio” e disse que Palocci só citou seu nome para reduzir alguns anos de condenação. “Ele fez um pacto de sangue com os delatores, com os advogados deles e talvez com o Ministério Público”, afirmou Lula, em referência ao “pacto de sangue” que Palocci afirmou haver entre Lula e a Odebrecht, incluindo um pacote de propinas de R$ 300 milhões. Na ação, Lula é acusado de receber propina da empreiteira Odebrecht por meio da compra de um prédio para a nova sede do Instituto Lula, que não chegou a ser construída, e de um apartamento vizinho ao que mora em São Bernardo do Campo (SP).

Lula também afirmou a Moro:

  • Que não solicitou a compra do apartamento vizinho ao dele em São Bernardo do Campo.
  • Que visitou o prédio objeto da denúncia uma vez e que o achou inadequado.
  • Que as doações que o Instituto Lula recebeu da Odebrecht não eram propina.
  • Que jamais tratou com Emílio Odebrecht sobre dinheiro para o PT
  • Que as três denúncias apresentadas contra ele pela força-tarefa da Lava Jato são “ilações”.Lula frente a frente com o juiz Sergio Moro se defende de acusações. (Foto Divulgação).

Deixe uma resposta