Leur Lomanto Jr diz que paralisação de atendimento em Hospital de Itaparica reflete abandono da saúde pelo governo do estado

O líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, Leur Lomanto Jr., (PMDB), lamentou a paralisação do atendimento no Hospital Geral de Itaparica, após nenhuma providência ter sido tomada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), com relação às condições de trabalho na unidade e ao atraso de quatro meses, no pagamento dos salários dos profissionais. Segundo Leur Jr., a situação do hospital de Itaparica reflete o abandono da saúde pelo governo do estado, com baixos investimentos e promessas não cumpridas pelo governador Rui Costa (PT). Foi divulgado quinta-feira (19/10) um aviso de suspensão do atendimento pela direção da unidade. No comunicado, o diretor médico informa que a decisão foi amparada pelo Sindicato dos Médicos, com aviso prévio a Sesab, ao Instituto Fernando Filgueiras e ao Ministério Público do Estado da Bahia. “O governo, mesmo ciente das dificuldades dos profissionais e das más condições de trabalho e atendimento no Hospital não regularizou essa situação. Lembremos que há muito tempo que os profissionais e a população vêm apelando por melhorias e nada foi feito, levando ao absurdo da paralisação”, afirmou. O deputado lembra que do total de investimentos no estado este ano, no valor de R$1,6 bilhão, apenas 8,57%, ou seja, R$127 milhões foram investidos em saúde. Na Bahia, os recursos do governo estadual estão cada vez mais próximos do mínimo legal, com, 12,69% em 2015 e 12,49% em 2016. “Esse resultado coloca a Bahia na 21ª posição no ranking dos estados que menos aplicaram recursos em saúde em 2016 e pelo visto será também em 2017. “Será que é essa a correria que o governador Rui Costa tanto anuncia? questiona.                   No Hospital Geral de Itaparica a situação é grave. (Foto Produção).

Deixe uma resposta