Nova lei estabelece prioridade  para os pacientes com diabetes

 Novo projeto de Lei de Euclides Fernandes (PDT) estabelece que as clínicas, hospitais, laboratórios e demais unidades de saúde do Estado ficam obrigadas a conceder atendimento prioritário aos portadores de diabetes na realização de exames médicos quando houver exigência de jejum total, desde que o paciente apresente documento comprobatório da doença. A iniciativa visa permitir uma maior agilidade e conforto para estes pacientes, haja vista, de acordo com os índices da Sociedade Brasileira de Diabetes, em muitos casos, metade dos portadores de diabetes tipo 1 sofrem com hipoglicemia uma vez por mês, mal que também afeta alguns pacientes de diabetes tipo 2, ainda que mais raramente. A hipoglicemia é a queda excessiva do nível de açúcar no sangue que, em situações extremas, pode levar à perda de consciência ou a crises convulsivas podendo também causar acidentes, lesões, levar ao estado de coma e até a morte. Como o diabético não pode ficar longos períodos sem se alimentar, pois os níveis de açúcar no sangue caem naturalmente, é de extrema importância comer a cada três horas sem pular nenhum lanche ou refeição principal. É preocupante para o portador de diabetes, a espera prolongada de exames em jejum. Com a aprovação dessa proposição muitos problemas de saúde poderão ser evitados e até mesmo algumas vidas sejam poupadas.

Deixe uma resposta