Conjunto Penal em Jequié: Uma bomba chiando.

O coordenador do interior do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia José Ramalho em entrevista no programa jornalístico da 93-FM na quarta-feira (03.01.) relatou atual situação em que se encontra o  Conjunto Penal em Jequié. E pelo que foi dito a situação é muito grave começando pela quantidade de pessoas que estão internos (694) no dia 3 de janeiro de 2018 quando a capacidade do Conjunto Penal é de 386 um número de 308 internos a mais. Uma BOMBA CHIANDO que pode explodir a qualquer momento. A reportagem desde blog tomou conhecimento que no dia anterior a reportagem (02.01.) uma mulher tentou introduzir no Conjunto Penal três celulares, carregadores dentro de um radio. Depois a mulher confessou está com uma pequena bolsa introduzida na vagina que continha bebida alcoólica. Ela foi detida mais foi libertada em seguida. Um ex-detento que se encontrava em liberdade tentou no mês de dezembro do ano passado entrar no Complexo Penitenciário e conseguiu pulando o muro de fora para dentro levando celulares, carregadores e bebidas os agentes penitenciários conseguiram detê-lo antes da entrega dos objetos a internos. É uma situação critica, falta segurança o número de agentes é pequeno a policia militar tem apenas 7 policias em cada plantão de 24 horas. A Folha fez um levantamento da situação e vai publicar na sua primeira edição de 2018 no próximo dia 12 de janeiro.Celulares e carregadores encontrados dentro de um rádio que seriam entregues a detentos. (Foto Watsapp).

Deixe uma resposta