A SEMANA

Estamos no primeiro mês do ano de 2018-Janeiro, sem sombras de duvidas os problemas do ano anterior não iriam desaparecer de uma hora para outra, isso todos nós sabemos. Mas enchemos de esperanças de que algumas coisas possam mudar e claro para melhor, em todos os níveis: Brasil, Bahia em particular JEQUIÉ. No Brasil todos sabem que a situação não é nada boa, o executivo (presidente) já deu provas suficientes de sua incapacidade administrativa  e politica, porque se juntou com pessoas que não merecem um minimo de confiança. As prisões que aconteceram de ex-ministro, outros que foram afastados por envolvimento em Lava Jato, mensalão e outros… Um desgoverno que entrou no lugar de outro desgoverno que só fez piorar a situação dos brasileiros, estou sem entender porque o povo se mantem calado sem se manifestar mesmo enfrentando todas as dificuldades. Como estamos em um ano de eleições (2018) não duvidem que o atual presidente Michel Temer se arvore a sair candidato a reeleição ou lance um candidato do seu grupo politico. O mesmo que acontece com o ex-presidente Luiz Inácio Lula que teve no seu governo o estopim dos escândalos que levaram nosso país a LAMA. Agora ele aparece como salvador da pátria e o pior liderando as pesquisas como sendo o melhor nome para voltar a dirigir o Brasil. Que situação! Na Bahia a semana foi marcada por fatos políticos que chamaram atenção o ato religioso dos mais importantes para igreja católica Festa do Senhor do Bonfim foi deixado mais uma vez de lado para dar espaços ao clima politico do estado com o governador Rui Costa colocado como candidato a reeleição com toda sua trupe preparada para aplaudir, soltar fogos por onde ele passava mostrando “prestigio”. Da mesma forma aconteceu com o prefeito de Salvador ACM Neto que estava rodeado de correligionários querendo aparecer e mostrar força politica mas sem saber ao certo se ele será candidato ao governo do estado. Na verdade ele já adiou o anuncio algumas vezes, era o ano passado, depois mudou para o inicio deste ano, agora só depois do carnaval e vai adiando…Em Jequié confesso que estava com esperanças de que alguma coisa iria mudar dentro da administração do prefeito Sergio da Gameleira. Mesmo sendo ainda poucos  dias para qualquer mudança, já daria para notar que haveria alguma transformação administrativa do que foi o primeiro ano. O prefeito tem consciência de que 2017 não foi bom para  seu governo, aconteceram muitos erros do que acertos um exemplo clássico que expôs o nosso município em nível nacional e internacional as tais “mochilas gigantes” proporcionada por um dos secretários tidos como dos melhores o de educação. Mas tudo que não posso consertar e corrigir neste ano de 2018. Nas minhas andanças pela cidade estou ouvindo muito a comparação do atual governo municipal com o anterior da prefeita Tânia Brito que ainda continua sendo o pior da história de Jequié. Mesmo contando com pessoas que fizeram parte do governo anterior, o prefeito Sergio da Gameleira pode melhorar a sua administração, ele tem tudo para acertar. JUÍZO. Tenham todos uma ótima semana e muita saúde…

Deixe uma resposta