Tem início exposição que celebra Santo Antônio no Museu Histórico de Jequié

 Como parte da celebração do período junino, em que Jequié homenageia o seu santo padroeiro, Santo Antônio, a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, por meio de parceria com a Paróquia Catedral de Santo Antônio, abriu na noite desta terça-feira, dia 5, no Museu Histórico João Carlos Borges, a exposição de curta duração intitulada ‘Santo Antônio e a Catedral de Jequié’. Estiveram presentes, no evento de abertura, o secretário de Cultura e Turismo, Alysson Andrade; o museólogo, Antônio Varjão; o padre Roberto Oliveira, pároco da Catedral; o casal presidente dos festejos de Santo Antônio 2018, Agenor Junior e Sinha; além de membros da comissão dos festejos de Santo Antônio; dos técnicos da Secretaria, de estudantes e fiéis da Paróquia de Santo Antônio. A exposição, que acontecerá até 29 de junho, estará aberta à visitação pública, com entrada gratuita, no horário das 13h às 19h, de terça a sexta-feira. A exposição, que tem como base a monografia intitulada ‘A festa de Santo Antônio em Jequié – Festa religiosa-popular – Memórias e permanências culturais’, da professora Maria Helena Veloso Sampaio Souza, conta um pouco da história da Catedral, da vida de Santo Antônio e como este santo junino passou a ser o padroeiro de Jequié, abordando a história das festas de Santo Antônio em Jequié, desde 1930 até os dias de hoje, mostrando os andores do santo, os programas inspirou para, em 2003, desenvolver esse trabalho que foi resultado de uma monografia. Fiz pesquisas de campo com os fiéis mais antigos da paróquia, os padres, entrevistei pessoas da comunidade, jovens e fui desenvolvendo este trabalho que hoje se transformou nesta mostra que estamos aqui hoje presenciando.”, disse a professora Maria Helena Veloso Sampaio Souza.  “É uma oportunidade, não só para os católicos que frequentam a Igreja, mas para todos o jequieeenses. Estamos aqui falando da história da cidade, com a identificação cultural do jequieense e de como os festejos de Santo Antônio têm sido importantes para a religiosidade e cultura de Jequié.”, disse o pároco da Catedral de Santo Antônio, o padre Roberto Oliveira. “Falar de Santo Antônio é falar da história da cidade de Jequié. A origem da festa remonta a história do município, a partir da identidade do nosso povo. A exposição que está aberta à visitação pública é um resgate das nossas raízes e serve como canal de comunicação com o nosso passado histórico. Celebrar Santo Antônio é mais do que uma questão religiosa é uma questão histórica! Vamos aproveitar esta oportunidade para conhecer o nosso Museu e, ao mesmo tempo, conhecer a história da cidade, a partir da história do seu santo padroeiro.”, destacou o secretário de Cultura e Turismo, Alysson Andrade. (Matéria da Secom PMJ).Padre Roberto junto com casal Agenor Junior e sua esposa Sinha secretário Alissom Andrade. (Foto Divulgação).

 

Deixe uma resposta