Diretora do HGPV faz “peregrinação”em emissoras de rádio.

 Uma forma de driblar as determinações da Justiça Eleitoral, que não permite até o pleito de 7 de outubro, que o governador do estado Rui Costa conceda entrevistas relacionadas a obras realizadas pelo Governo do Estado a exemplo do Hospital Geral Prado Valadares, no município de Jequié. Ficou para enfermeira Polliana Leandro, que esta no cargo de diretora do HGPV, visitar na quinta-feira (12.07.), emissoras de radio em Jequié para falar do “desempenho” desta unidade de saúde após a inauguração da nova emergência, que vem sendo dado como “um novo hospital”. Na verdade a preocupação deve-se a rumores que surgiram na cidade de que o número de óbitos teriam aumentado após a inauguração. O jornalista Ari Moura deste blog, A Folha e do programa ARI MOURA COMUNICANDO na Jequié FM 89,7 solicitou da diretora a dois meses atras, que fossem fornecidos para imprensa os dados dos atendimentos. Ela disse que iria providenciar, mas até hoje nenhum destes órgãos de comunicação recebeu uma linha de informação. Não se sabe os motivos. Na verdade a ordem veio de cima para baixo para que a diretora fossem aos órgãos de imprensa informar a quantidade de atendimentos, que os serviços teriam melhorado, o que não foi comprovado por uma denuncia feita que foi registrada pelo blog do jornalista Zenilton Meira. É preciso mais transparência nas informações para que não fiquem duvidas de que as coisas estejam sendo “maquiadas”.Diretora do HGPV Polliana Leandro (vestido vermelho) na inauguração da emergência ao lado do governador Rui Costa e da Srª Aline Peixoto. (Foto Produção).

Deixe uma resposta