Embasa ganha questão para Prefeitura e Câmara de Jequié

Como este blog chegou a noticiar em matéria, a Embasa está conseguindo adiar e o seu diretor regional do escritório em Jequié engenheiro Cesar Melhen em entrevista a uma emissora local antecipou que a empresa não irá baixar o percentual de 80% para 40%  a taxa que é cobrada dos consumidores do esgotamento sanitário, como chegou a ser anunciado por vereadores da câmara municipal de Jequié. O diretor da Embasa afirmou na entrevista que é inconstitucional, baixar a taxa, que é cobrada em todos os municípios onde a empresa é responsável pelos serviços. Como os vereadores anunciaram que iria baixar a taxa onde inclusive tem vereador/advogado sem saber que  é inconstitucional? Será que os edis desconhecem a Constituição? Estariam querendo fazer media com o povo anunciando que baixariam a taxa de esgoto. O diretor da Embasa estaria certo, ou falta determinação dos poderes executivo e legislativo em Jequié para defender uma questão que interessa ao povo? Vamos aguardar para ver o que vai acontecer.                      Embasa vai continuar cobrando 80% na taxa de esgoto. (Foto Produção).Vereadores da Câmara Municipal de Jequié perdem para Embasa a questão do esgotamento sanitário. (Foto Produção).

Deixe uma resposta