A SEMANA

A menos de dois dias para o final do sétimo mês do ano de 2018-Julho, tivemos mais uma semana de muitos acontecimentos. Na condição de jornalista devo e tenho a obrigação de informar os leitores deste blog dos acontecimentos que tomo conhecimento, sem isenção. Esclareço apenas que só registro fatos internacional, quando realmente merece ser destacado, mas prefiro focar as noticias do Brasil, da Bahia e em especial de Jequié e região. Somente para esclarecimento aos novos leitores deste espaço que muito me honra te-los como leitores. Continuo indignado com o que vem acontecendo na alta corte lá por Brasilia com as decisões que os “supremos” tomam com condenações e liberação, fatos realmente constrangedores para todos nós brasileiros. Uma “vergonha”.Se existe o descredito com o executivo, legislativo agora aumentou a dose com o judiciário, o povo não tem a quem confiar e ficamos a sorte. Já li que uma nação é formada pelos poderes e pelo seu povo, hoje o Brasil ficou restrito ao povo e jogado a sorte sem saber como será seu futuro. Assunto que já vem sendo discutido nos grandes centros, para uma tomada de posição porque assim continuando, com certeza vamos cair num abismo profundo sem chances de sair. Desculpem! Não quero ser pessimista, mais os fatos nos levam a esta reflexão, as vésperas dos 70 anos de idade, não me lembro quando se falou no país que a situação era boa, que estava tudo correndo as mil maravilhas, o pior que já sinto alguns anos a “Lei de Murici”, cada um cuida de sí. Isso já esta acontecendo até no social, quando lançamos uma campanha para ajudar famílias pobres, as ajudas que chegam são muito poucas e não conseguimos chegar a um objetivo maior. Neste blog foi mostrado que o governador da Bahia, usa e abusa do poder na sua campanha para reeleição mesmo antes de confirmar sua candidatura, não foi ninguém que me disse, eu vi com os meus próprios olhos que um dia a terra a de comer-como dizem os mais velhos. Um aparato policial com certos exageros (quantidade de policiais), quando se sabia que o evento era politico. Assim fica mesmo difícil para os opositores se aproximar do governador, na corrida para as eleições, com certeza são os cargos de confiança na luta para permanecerem nos cargos por mais quatro anos. Em Jequié a confirmação de nomes que irão concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia, faço questão de destacar dois pre candidatos pela simplicidade e sem “pompas” que estão nas ruas buscando o voto dos eleitores de Jequié. Soldado Gilvan e o vereador Careca, com coragem sem temer a campanha que não é fácil, eles estão pelas ruas conversando, dialogando com o povo de forma simples sem usar nenhum recurso público, ou obrigando pessoas que ocupam cargos na Prefeitura para ir a eventos políticos, para mostrar “prestigio” que todos sabem que não existe. Mas isso só saberemos depois do dia 7 de outubro quando fecharem os resultados das urnas. Assim acontece também com os candidatos a federal em Jequié, o povo tem que fazer um analise minucioso, para saber se aqueles que dizem ser representantes de Jequié no congresso nacional fizeram alguma coisa que vai servir a população, em qualquer setor. Quem esta fazendo alguma coisa para recuperar o Centro de Abastecimento, ajudar a Prefeitura de Jequié, não é dizer somente agora, mostrar o que fez nestes últimos quatro anos. O distrito industrial, que continua abandonado pelo Governo do Estado, o que os dois deputados federais fizeram para resolver este problema. A ferrovia Oeste/Leste que passa por Jequié, quando realmente as obras serão retomadas. A bem da verdade vou dar aqui uma noticia que soube na sexta-feira, mais 65 pessoas foram contratadas a semana que passou para trabalhar no Lote 2. Mas não tem nada a ver com os deputados ausentes. Como não sou daqueles de que: quanto pior melhor, neste blog foi publicado uma matéria onde o prefeito de Jequié Sergio da Gameleira busca parcerias com órgãos para colocar em pratica ações que podem oferecer mais empregos. Foi a parceria com a Ceplac na região da Fazenda Velha, com a lavoura do cacau, entendo que as coisas é por ai…A campanha que a Jequié FM esta apresentando na sua programação em defesa do Meio Ambiente, uma obrigação de todos nós, para salvar as matas, rios, o ar, terra, enfim tudo, a nossa cidade, este é o momento vamos juntar forças para os nossos filhos, netos e bisnetos, que eles no futuro façam o mesmo. Estou preocupado com a situação da Associação Jequieense de Imprensa,  lanço aqui um apelo a todos os companheiros, indistintamente, isso mesmo, todos para colocar a nossa AJI onde ela realmente merece, vamos deixar as nossas diferenças de lado e defender o que é de todos nós. Tenham todos uma ótima semana e muita saúde…

Deixe uma resposta