A SEMANA

Chegamos ao ultimo dia do nono mês do ano-Setembro, faltando poucos dias para o final  do ano,  na contagem regressiva para as eleições de 7 de outubro. Um momento de muita expectativa para o futuro do Brasil quando os eleitores terão oportunidade de escolher o novo presidente que irá governar de 2019 a 2022. Os nomes estão colocados, disputam os votos do povo que tem na verdade a oportunidade de escolher o que seja melhor para o nosso país, depois dos equívocos cometidos não por culpa do povo mas daqueles que receberam os votos se elegeram e usaram de má fé, usando os cargos em beneficio próprio. Isso ficou claro e evidente, pena que a justiça ainda deixou alguns deles ter o direito de concorrer nestas eleições que se aproximam, citaria os casos da ex-presidente Dilma Rosseff e do senador Aécio Neves os dois concorrendo a cargos no estado de Minas Gerais, bom seria que o povo desse uma resposta e reprovasse os dois. Como sempre tenho dito não confio muito nas pesquisas que são divulgadas pelos meios de comunicação  mas não posso deixar completamente de considera-las, vamos ver no que vai dar domingo dia 7 de outubro. Na Bahia o governador Rui Costa já teria mandado fazer o paleto  para sua posse no dia 1º de janeiro de 2019, para um segundo mandato, se isso for mesmo confirmado mas saber quantos baianos não queriam mais a presença dele no cargo,  como vão ficar as denuncias feitas durante a campanha principalmente nos setores de segurança pública, saúde e educação. Em Jequié os aliados do governador estão mostrando o que ele teria feito, mas muitos dos compromissos assumidos por ele, não foram compridos, então vejamos: ponte sobre o Rio das Contas, para desafogar o transito na atual ponte Teodoro Sampaio, até agora nada. Aeroporto Vicente Grilo continua precisando de melhorias e cuidados  de sinalização para voos noturnos, até agora nada. A parceria com a Prefeitura de Jequié na urbanização de ruas e avenidas com o asfalto, como fez uma vez o governador Cesar Borges, o sofrido e abandonado distrito industrial, uma vergonha para administração pública estadual, que deixou de lado, jogando a responsabilidade para os empresários. O estádio Waldomiro Borges que ele (governador) desceu de helicóptero fazendo a maior presença, assegurando a recuperação, e o que fez até agora foram serviços de quinta categoria deixando muito a desejar, o campus da UESB em Jequié com obras paradas, abandonadas sem concluir, uma vergonha,  ainda tem quem vai votar nele por convicção ideológica, esquecendo na obrigação que ele tem com a comunidade universitária. O Piej, um órgão importante no setor de saúde, que no governo do PT entrou em decadência, funcionando apenas na base da boa vontade dos funcionários perdendo a grande referencia que tinha como um órgão de referencia no Nordeste no setor de saúde. A rodovia Jequié a Gandú passando pelo distrito de Florestal, onde um barranco caiu sobre a pista, um órgão do Governo do Estado depois de muitas denuncias através da imprensa, apareceu para fazer “um conserto” e o que se viu foi a terra começando a voltar para a pista. Um governador da enganação querendo assumir para sí a ferrovia Oeste/Leste, até agora não resolveu nada e pior vai ser depois do dia 7 de outubro, aguardem para ver. O povo de Jequié tem a oportunidade de mostrar a este governo que ele precisa olhar com mais responsabilidade e atenção para o município, que na eleição passada lhe proporcionou uma vitoria. Precisamos prestar bem atenção a tudo isso, para depois não se arrepender por mais quatro anos. Tenham todos uma ótima semana e muita saúde…

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta