Presidente da FBF defende estaduais e sinaliza reformulações no calendário.

Ednaldo Rodrigues comandou o último Conselho Técnico do Campeonato Baiano como presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), na noite de quarta-feira (28.11.), em Salvador. Em entrevista ao Bahia Notícias, o dirigente aproveitou para avaliar seu mandato na entidade. Ele esteve à frente da FBF desde 2001. “Fizemos o primeiro conselho técnico e de lá para cá aprendemos muitas coisas. Cada ano a gente procurou fazer um conselho técnico que fosse mais coerente, mais participativo… E que fosse dentro de uma filosofia de calendário. Hoje isso ficou mais fácil, as equipes sabem o que é possível numa competição e isso ajudou muito. Eu não posso reclamar desse período como presidente, só fiz amigos. Sempre tem uma discordância aqui ou ali, mas que a gente releva. Não é fácil administrar paixões, porque o torcedor é apaixonado e o dirigente também. Sempre tive serenidade e diálogo para situações adversas. Nunca vou ter nenhum tipo de insônia, por ter feito nada que pudesse trazer prejuízo a ninguém. A gente fica muito satisfeito com o trabalho”, analisou. Em abril do próximo ano, Ednaldo assumirá a vice-presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). No entanto, ele afirmou que já em janeiro estará coordenando um grupo de trabalho que terá como objetivo melhorar o calendário do futebol brasileiro.  “A gente vai estar sempre tratando de futebol, dentro de outra esfera, que inclusive fomos colocados pela CBF como coordenador de um grupo de trabalho, com mais outros cinco presidentes de federações de cada região, para que a gente possa fazer um estudo e trabalho voltado para melhorar o calendário do futebol brasileiro. Vamos ouvir a imprensa, clubes… Queremos saber o que pode ser melhorado no futebol brasileiro. A partir do dia 21 de janeiro estaremos instalando a primeira reunião de trabalho com esse grupo que estará detectando todas as questões do calendário do futebol brasileiro. A partir do dia 16 de abril serei empossado como vice-presidente da CBF, mas com a mesma humildade e diálogo que sempre mantive com todos”, destacou. Ednaldo aproveitou para defender a continuação dos Campeonatos Estaduais. Ele reconhece que o calendário precisa ser repensado, mas afirma que as competições não podem acabar. “A gente respeita todos os posicionamentos contrários aos campeonatos estaduais, mas têm alguns que não concordamos. ‘Os campeonatos estaduais têm que acabar’. Isso não vai acontecer nunca. Lógico que temos que repensar o calendário dessas competições e de repente ter um calendário que seja importante para o estadual, mas ainda mais importante para o acesso a outras competições. Se através de uma Copa do Nordeste, ou Norte… não possa ter acesso a um Campeonato Brasileiro? Isso só fortaleceria mais ainda os nossos campeonatos. Os estaduais têm que continuar dentro de uma estrutura possível. O jogo de menor audiência da edição deste ano deu 16 pontos, então são números expressivos que cada vez mais temos que enaltecer as competições estaduais”, explicou.  Presidente da FBF Ednaldo Rodrigues concedeu entrevista ao Bahia Noticias. ( Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias).

Deixe uma resposta