Jaguaquara: Professores criam concurso para estimular habilidades gastronômicas dos alunos

por Rafaela Souza            Finalistas com a diretora da instituição, Samara Almeida ( Foto: Divulgação)

Com o objetivo de aperfeiçoar as práticas culinárias dos alunos, professores do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Alimentos e Recursos Naturais Pio XII, em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, resolveram transformar a disciplina “Técnicas Dietéticas” através da 1ª Edição do “Pio Chef”. A iniciativa se trata de uma competição gastronômica, onde os estudantes dos cursos técnicos de Alimentos e Nutrição e Dietética elaboram pratos que serão avaliados pelos jurados. Com duas duplas na disputa, a final do concurso acontecerá nesta terça-feira (23.04.). Um dos idealizadores do projeto, o professor do curso Técnico de Alimentos, Hector Freitas, considera a iniciativa importante para a desenvoltura e aprendizado dos alunos. “Eu e a professora de Nutrição percebemos que muitos alunos tinham aptidão para cozinhar, além de gostarem. A partir disso, nos baseamos em várias competições e tivemos a ideia”, explica. Segundo a professora e coordenadora do curso Técnico de Nutrição, Ilana Cardoso, além de aperfeiçoar a elaboração das práticas culinárias, o concurso também envolve algumas noções do empreendedorismo. A coordenadora ainda destacou a importância do trabalho em grupo. “Tem a questão de trabalhar em grupo e a capacidade de resolução de problemas porque a prova é passada na hora”, ressalta. O concurso teve início com a primeira etapa eliminatória no dia 26 de março e mais duas fases classificatórias, no dia 12 e 19, respectivamente. Na primeira, os alunos levaram o prato feito em casa. A prova, chamada de “Cartão de Visita”, contou com a participação de funcionários e professores do colégio que escolheram os melhores pratos. Após a prova, foi feito um ranking classificatório e as cinco primeiras duplas participaram da próxima prova. Já na segunda etapa, as duplas receberam apostilas com instruções para as próximas elaborações culinárias. Segundo a coordenadora, os alunos estudaram sobre confeitaria, entradas, acompanhamentos, entre outros. “Cada semana a gente lançava um tema, elas estudavam e no dia da competição era anunciado o desafio. As duplas tinham que elaborar os pratos em um tempo determinado”, afirma a coordenadora.

FINAL DO CONCURSO

Duas duplas disputarão a final prevista para acontecer nesta terça. A estudante do curso Técnico em Nutrição e Dietética, Bianca Santos, 18 anos, é uma das finalistas. A jovem contou que o campeonato serviu para mostrar talentos ocultos. “Existem tantos jovens e adolescentes com tantas coisas boas para oferecer e muitas nem sabem disso. Por isso que projetos como esse são muito importantes, pois passamos a maior parte do tempo na escola”, declara. Mesmo antes do resultado final, a estudante do curso Técnico de Alimentos, Ana Lúcia Costa, 29 anos, já se considera campeã devido às experiências que vivenciou no concurso. “Digo que já ganhei o melhor que foi o conhecimento. Conheci muitas coisas e pude aprimorar os meus pratos. Além de ser uma oportunidade enorme, é mais uma experiência para o nosso currículo”, revela. O primeiro lugar na competição será premiado com uma batedeira e o segundo com um liquidificador. Os prêmios são frutos de parcerias locais. Além disso, o corpo de jurados da final contará com empresários do setor gastronômico na região.

Deixe uma resposta