A SEMANA.

Estamos no sexto mês do ano de 2019-Junho, o clima já é de festas juninas, chegando a metade do ano, muitos acontecimentos registrados. No âmbito federal o bicho pegou, confesso a vocês que no momento em que estava digitando este comentário semanal, imaginava a renuncia do ministro da justiça Sergio Moro, a pressão é grande. Apesar do presidente da republica Jair Bolsonaro afirmar que acredita em tudo que ele diz, fazendo apenas uma ressalva (sic), de que só acreditava no que os seus pais falavam. Não deixa de existir um certa desconfiança, no que pode ter acontecido  neste momento os advogados do ex-presidente Luiz Inácio LULA da Silva já estão investindo de que houve “armações” para prender o seu cliente e querem a sua liberdade. Me bata um abacate! Dentre as minhas filosofias domesticas gosto de afirmar: Até que me provem o contrario, todos são honestos. Lá em baixo volto a escrever sobre este assunto. Na verdade é um jogo de grandes interesses, o presidente da republica quer continuar presidente, foi uma escolha de uma parte dos brasileiros, em eleições diretas, ainda não existe qualquer coisa grave que venha merecer o seu afastamento, como disse um convidado sexta-feira no programa Ari Moura Comunicando, na Jequié FM que vive o dia a dia em Brasilia. Na sua maratona politica dirigindo bem a maquina estadual, o governador Rui Costa impõem seu ritmo e obrigou os professores universitários a voltarem ao trabalho sem ganhar nenhum beneficio dos que estavam reivindicando. Vai ficar por isso mesmo. Funcionários e aposentados estaduais que os digam sem aumento dos salários e benefícios a cinco anos. Como disse lá em cima neste comentário, até que me provem o contrario, todos são honestos. Mas outra denuncia grave foi feita pelo vereador Soldado Gilvan na tribuna da câmara, contra o prefeito de Jequié Sergio da Gameleira, que estaria gastando recursos públicos com pagamentos a uma empresa com filmagens, de eventos da Prefeitura. pelo que ouvi no vídeo e colegas jornalistas também assistiram. Os valores que a suposta empresa vem cobrando esta fora dos padrões e de qualquer tabela por mais generosa que seja, fora da realidade local. Mas seria culpa da empresa ou é o prefeito que quer pagar os valores cobrados (altíssimos)? O vereador tem em mãos documentos que comprovam tudo que ele disse, deveria o edil passar cópias para os jornalistas da cidade, para comprovar a veracidade dos fatos, só assim vamos saber quem é mesmo honesto ou ladrão. Tenham todos uma ótima semana e muita saúde…

Deixe uma resposta