Mortes diminuem em Jequié mas assaltos aumentam.

Se as mortes que eram registradas no município de Jequié nos últimos anos (87) em 2017 e (48) em 2018 entre janeiro a agosto. Matéria que foi publicada no jornal A Folha que teve “RETRATAÇÃO” porque as autoridades policias e da justiça não concordaram com as informações. Faz com que hoje em Jequié os registros de furtos, roubos e assaltos aumentem como estão sendo registrados nos noticiários policiais das emissoras de radio. Neste blog foi noticiado um assalto este ano a uma igreja evangélica no bairro do Itaigara, onde dois elementos em uma moto levaram pertences(relógios e celulares) dos fieis, deixando todos assustados como foi mostrado em vídeo nas redes sociais. Até hoje a policia não conseguiu identificar os autores, que continuam soltos praticando outros delitos, da mesma forma vem acontecendo no comercio em lojas do centro e dos bairros.  Clinicas, consultórios médicos, hospitais são assaltados pelos ladrões, que praticam o terror, com os marginais levando tudo que encontram. Agora está sendo a vez de bares e lanchonetes como aconteceu no Bar Bico Doce (Caixa D’Água) e na noite de segunda-feira (08.07.) no Jequiezinho. Não falta empenho dos policiais militares, delegados e agentes, mas o crescimento destes assaltos deixa a população de Jequié assustada como foi comentado em uma reunião num clube de serviços.

                                        Os assaltos estão acontecendo no centro e bairros de Jequié. (Foto Produção).

Deixe uma resposta