Morre o TORCEDOR NÚMERO UM da ADJ.

Argeo Porto Magalhães nasceu em Jequié  em 6 de outubro1940. Filho do Caminhoneiro Almerindo Dantas Magalhães e Maura Porto Magalhães, que nasceram em Jequié e morreram em Salvador. Casou-se com Dayse Santos Magalhães em setembro de 1965 no município de Jequié, com quem teve 3 filhos, que lhe deram 6 netos. O seu primeiro emprego foi na Rodoviária Estrela do Norte no Rio de Janeiro – RJ, exercendo o cargo de técnico Administrativo e aposentou-se na mesma função na Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (DIRES) em Jequié  no ano de 2002. Ele faleceu na quarta-feira (17.07.) em Jequié vinha com problemas de saúde, estava internado. Argeo Porto era torcedor do Vasco da Gama e vibrava com as conquistas do seu clube de coração, colocando bandeiras do clube na frente de sua residencia na Av. Lomanto Júnior. Ele acompanhou todo o trajeto da Associação Desportiva de Jequié-ADJ desde a sua fundação, até os dias atuais. Sendo conhecido como O TORCEDOR NÚMERO UM, Vaqueiro como passou a ser conhecido ele buscava a todo custo incentivar as equipes da ADJ na disputa do campeonato baiano de futebol nas suas várias épocas. “Estou muito sentido com sua morte”-disse Antonio Carlos Moura-Toinho Coquita logo que soube de sua morte, ele está em São Paulo e mandou os pêsames a família. O sepultamento de Argeo Porto-Vaqueiro acontece na manhã de quinta-feira (18.07.) pela manhã saindo o féretro da Pax Internacional para o cemitério São João Batista. Radialista Osvaldo Batista com Vaqueiro o torcedor número 1 da ADJ. (Foto Arquivo).

Deixe uma resposta