BR-116 corredor de drogas.

O jornal A Folha em uma de suas edições já publicou matéria sobre a situação do trafego de drogas que passam pela BR-116. Ação da Policia Rodoviária Federal-PRF tem buscado evitar que as drogas cheguem aos seus destinos, a delegacia 10/3 da PRF em Jequié já tirou de circulação quantidades grandes de drogas como: maconha, crack, cocaína e outras. Os traficantes tentam de todas as maneiras driblar a fiscalização da policia, usando veículos de vários tipos para o transporte das drogas, mas na maioria são usados os caminhoneiros, que ariscam o serviço de “avião” sabendo que se for preso vai responder a processo para o resto da vida, mas correm o risco para ganhar um pouco mais já que os fretes não estão dando para cobrir as despesas de viagem. O uso de ônibus é outra modalidade, pagando passagens e despesas de passageiros para transportar as drogas, e normalmente são pessoas que desconhecem a Lei, quando são presas sentem o erro que cometeram. Em carros de passeios é outra modalidade que muitas vezes são os próprios traficantes que transportam sabendo o dia e hora que podem passar pela fiscalização. A noticia que chegou na quarta-feira (11.09.) de que uma ambulância para o Samu que estaria vindo de São Paulo para Jequié, por uma transportadora (cegonha) onde foi encontrada as drogas (13 kg cocaína). Caberia a policia investigar quem seria a pessoa que iria receber esta droga, assim poderia diminuir o trafego que existe nesta região.BR-116 usada como corredor das drogas entre o Nordeste e Sudeste do Brasil. (Foto Agência AM).

Deixe uma resposta