Jequié vai ter R$ 48 milhões de reais por mês em 2020 para gastar.

O orçamento que foi encaminhado pelo poder executivo municipal para o legislativo em Jequié para o ano de 2020 é algo imaginável. Para um município tido como “pobre” onde falta tudo, ter um orçamento de mais de R$ 565 milhões de reais parece irreal. Outro detalhe importante que este orçamento será usado no último ano da administração do prefeito Sergio da Gameleira, que vem devendo ao povo de Jequié uma administração com obras e realizações, já que o normal tem sido feito de forma precária. Até o mês de dezembro os 19 vereadores que formam hoje o legislativo municipal terão a responsabilidade de analisar todos os itens deste orçamento buscar informações, já que a maioria não tem conhecimento de contabilidade pública.  Para o ano de 2019 o Orçamento Geral do Município de Jequié  no montante de R$ 490.514.000,00 (quatrocentos e noventa milhões, quinhentos e quatorze mil reais) e fixa a despesa em igual valor, nos termos da Lei Orgânica Municipal e do § 5º art. 165 da CF/1988. Em comparação com o orçamento que foi agora encaminhado para Câmara Municipal de Jequié houve um aumento de R$ 75 milhões de reais. A situação do município de Jequié é uma das piores do estado da Bahia, as últimas administrações públicas municipais, trouxe sérios problemas em todos os setores. Agora a crise chega forte neste final do ano na educação com a disputa entre o prefeito com os professores, na justiça o embate pode ainda durar por muito tempo o prejuízo com certeza será para os alunos da rede pública municipal.                        Recursos não faltam para o município de Jequié, falta administração. (Foto Produção)

Deixe uma resposta