Felisquie vai se arrastando sem apoio e sem público.

Uma luta de vários meses do escritor, professor e jornalista Domingos Ailton, para realizar a IV Festa Iteraria Internacional do Sertão de Jequié. Até parece que a cultura no municipio de Jequié não tem tanta importância como merecia, contando com uma Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, uma luta de um grupo de pessoas e artistas para que a cultura tivesse um lugar na administração pública municipal, mesmo sendo um “cargo politico” bons nomes já passaram pela secretaria e não se pode deixar de reconhecer o trabalho do atual secretário Alisson Andrade. Mas deixar de apoiar e destinar recursos para a realização da Felisquie foi mesmo um “tiro no pé” da administração do prefeito Sergio da Gameleira. Escritores, poetas, jornalistas de vários municípios da Bahia e de outros estados e até de outro país passam pela Felisquie nestes dias de realização com encerramento previsto para este domingo (01.12.). Na abertura dos trabalhos no salão da Câmara Municipal de Jequié na noite de quinta-feira (28.11.) a organização do evento através do cerimonial formou a mesa com o organizador do evento escritor Domingos Ailton, a palestrante da noite Maribel Barreto e o representante do secretário de educação do estado, Jocevaldo Bispo. Na plateia estava o secretário municipal de cultura e turismo Alisson Andrade mas não foi convidado a fazer parte da mesa apenas registrado a sua presença. A maioria dos convidados que participam desta Felisquie, ao tomar conhecimento da falta de apoio do municipio não só do setor público mas também do privado que não patrocinaram em nada, mostrando claramente a falta de sensibilidade pela cultura de Jequié. A jornalista Carla Araujo que é filha de Jequié veio proferir uma palestra na Câmara Municipal tinha apenas 16 pessoas entre eles os que fazem parte da organização do evento e interessados no evento. “Não entendo porque um evento como este não tem apoio do poder público e patrocínio das empresas”-afirmou a jornalista em entrevista para o programa Ari Moura Comunicando que vai ao ar na segunda-feira (02.12.) ao meio dia. É lamentável que um evento tão importante como a Felisquie na sua 4ª edição enfrente tantas dificuldades.   Público presente nas palestras de sexta-feira á tarde na Felisquie, (Foto Agência AM).Carla Araujo fez parte de uma das mesas falando sobre jornalismo e leitura. (Foto Agência AM).

Jornalista Wilson Novaes Júnior falou sobre o trabalho da imprensa onde seu pai Wilson Novaes teve uma participação importante. (Foto Produção).

Deixe uma resposta