Lojistas de Jequié realizam manifestação em defesa do comercio.

Demorou! O fato de dizer que o povo de Jequié é pacato, ordeiro, que não gosta de se manifestar, pode esta caindo por terra. A população do município já suportou demais, o desgoverno de Sergio da Gameleira, que está completando 3 anos e sete meses que tem desagradado a maioria do povo, extrapolou todos os limites, agora o comercio da Cidade Sol e setores da prestação de serviços a exemplo de academias e salões de beleza que estão a mais de 4 meses fechados, com os decretos assinados pelo prefeito Sergio da Gameleira, que mostra total insegurança e falta de critérios para tomada de decisões. Os lojistas falando a reportagem deste blog se disseram indignados com o prefeito e sua equipe, que não tem sabido resolver os problemas da saúde, com os números assustadores de pessoas do município infectados com o vírus COVID 19. “Não é culpa do comercio o crescimento de pessoas com coronavírus em Jequié e muito pior os que morreram”-afirmou uma lojista da Av. Rio Branco. Alegação é que as lojas estão fechadas não existindo aglomerações, por isso não seria o comercio culpado pelos problemas. O que vem acontecendo na porta da Caixa Econômica Federal na Rua Colombo de Novaes-centro de Jequié seria muito pior, o que também não comprova que as pessoas infectadas são oriundas destas filas. A manifestação realizada por lojistas de Jequié na manhã de terça-feira saiu da frente da catedral de Santo Antonio, passou por vários bairros chamando atenção da população e deve também chamar atenção das autoridades, principalmente o prefeito Sergio da Gameleira e o Ministério Público Estadual que estão sendo alvos das criticas.Lojistas se concentraram em frente a catedral de Santo Antonio em Jequié. (Foto Agência AM).   Lojistas realizaram a manifestação usando seus carros em carreata. (Foto Agência AM).

Deixe uma resposta