Faroeste e Inventário de olho em advogados que têm obtido repetidas sentenças milionárias contra órgãos públicos

Não é só em filhos e parentes de desembargadores da Bahia que investigadores das Operações Inventário, do Ministério Público Estadual, e Faroeste, do Superior Tribunal de Justiça, estão de olho. Informes chegados  ao site Política Livre dão conta de que alguns escritórios de advocacia baianos entraram de cabeça no radar das apurações nos últimos meses por um detalhe simples. Descobriu-se a existência de pelo menos dois grupos que estariam se notabilizando por, repetidas vezes, conseguir sentenças milionárias contra órgãos municipais, estaduais e até federais. A suspeita é de que os ‘excelentes resultados’ obtidos pelos advogados decorra de um conluio deles com alguns magistrados, que lhes beneficiariam com sentenças favoráveis, repetindo modus operandi identificado pela Faroeste.

Sede do Tribunal de Justiça da Bahia onde ficam os desembarcadores. (Foto Reprodução).

 

Redação

Deixe uma resposta