formats

A SEMANA

Publicado em 6 de agosto de 2017, em Ari Moura.

Chegamos ao oitavo mês do ano de 2017-Agosto, na contagem regressiva para o final do ano e na politica nacional os últimos acontecimentos em Brasilia deixa a todos nós brasileiros indignados assistindo através dos meios de comunicação a forma como foi conduzida a votação para definir se o processo contra o presidente da republica Michel Temer seria encaminhado para o STJ. Deu o que eles já sabiam e mais uma vez mostra a todo o país que as decisões estão na capital federal e vai demorar mais um pouco e quem sabe até o final do mandato a saída do presidente interino. Essa semana estando em repouso tratamento da saúde fiz um analise: Fixei meus olhos na figura do presidente Michel Temer aquele homem de estatura mediana mostrando ser “serio” bem casado com filho um curriculum politico que passa pelo estado de São Paulo como deputado estadual, depois deputado federal, chega a vice-presidente da republica tudo em eleições diretas e finalmente presidente substituindo a presidente Dilma Rosseff afastada que para uns teria sido um “golpe”. Surgem denuncias, gravações, filmagens com mala de dinheiro envolvendo o nome do presidente ai me vem a pergunta: Estava eu errado ao pensar que aquele senhor sério com uma carreira politica de vitorias em ascensão não é nada disso? Realmente agora não da para acreditar em mais nada depois do que foi feito a semana que passou para ganhar votos de deputados para evitar a ida do processo para justiça acredito que estamos entregues a um grupo de políticos que já tiraram proveitos do poder e vão continuar tirando. Lamentável. E na Bahia será diferente? O governador Rui Costa nesta vontade desenfreada de permanecer no cargo inaugurando até aparelho de tomografia em hospital, visitando Jequié pela quarta vez para visitar a mesma obra que nunca termina. E tem colega da imprensa ligado a emissora de radio que apoia este governo que acha que somos nós os críticos que estamos errados em não reconhecer o irreconhecível. Se num primeiro mandato esta assim imaginem num segundo. Vem ai emergência do HGPV, Policlinica, SAC, futura escola da Policia Militar e outras coisas mais, quantos anos se passaram para isso vir acontecer? Quantas vidas se foram por falta de equipamentos adequados até espaço para atendimento no hospital de Jequié? Quando vão acabar o amontoado de pacientes pelos corredores do HGPV? A falta de respeito com o povo de Jequié improvisando uma pista ao lado da Av. Otávio Mangabeira no Mandacaru para facilitar o transito quando deveria ser construída uma segunda pista com iluminação e urbanização. Uma vergonha o que está sendo improvisado e o pior somente nós e alguns colegas de imprensa conscientes que não devemos satisfação a patrão para dizer: Este governo do estado está maltratando o povo de Jequié. Mesmo afastado diretamente das noticias no tratamento da saúde procurei me manter informado, não tem jeito a família não gosta e com razão porque a nossa saúde é uma só, mas nessa profissão que escolhi para exercer bem ou mal tenho que esta antenado. Fique sabendo que os terceirizados da Prefeitura deverão receber seus salários atrasados, que os cantores de Jequié que se apresentaram no São João vão receber, Rei de Jesus deve agora esta mais calmo, mas cheio de razão. Valeu o comentário da semana passada, então prefeito Sergio da Gameleira, valeu, pode ter certeza que estes recursos vão circular no comercio de Jequié e evitar mais desempregos, continue assim que vamos sempre reconhecer, continui com JUÍZO. Uma ótima semana e muita saúde…

formats

Coronel “bota a boca no trombone”.

Publicado em 5 de agosto de 2017, em Politica.

Artigo escrito no blog Politica Livre publicado no sábado (05.08.) chama atenção pelo texto escrito mostrando claramente quanto o legislativo é esquecido e muitas vezes humilhado pelo executivo. Leiam trecho:

A sociedade está chegando no limite da paciência para com os poderes constituídos. Os poderes a cada dia vêm perdendo a credibilidade. Estamos no olho do furacão. Todos devem fazer exame de consciência e começar a mudar as atitudes, focando sempre no bem estar da sociedade. Como parlamentar, defendo que o Poder Legislativo não deva se curvar e tornar-se capacho do Executivo. Tudo o que o Executivo planeja e realiza (empréstimos/convênio para construção de estradas/hospitais/escolas, equipamentos para seguranca, etc), depende da aprovação/autorização do Poder Legislativo, pois sem ela o Poder Executivo deixa de executar. Qual o chefe de Poder Executivo no Brasil que, quando em público, fala: “Essa obra só está sendo possível realizar pois o Parlamento aprovou?”. Na Bahia, todos os governantes que por aqui passaram, com raríssimas exceções, fizeram alguma menção em público sobre a parceria com o Poder Legislativo. A sociedade deve ser informada de que o Legislativo é sócio “Fifty-Fifty” quando houver o sucesso nas ações executadas pelo Poder Executivo, proveniente das nossas prévias aprovações/autorizações. Basta de sucesso unilateral. Não executamos, mas damos o direito e autorização para executar. O Parlamento independente deve ser convidado, previamente, para participar dos debates visando sempre buscar ações que objetivem o bem-estar da sociedade. Na essência, esse deve ser o papel do Parlamento, além do de fiscalizar. Os governos (Federal, Estaduais e Municipais) preferem o Parlamento fraco e subserviente e acham que, com algumas migalhas, se apropriam do Legislativo. E a pior constatação: na maioria dos Estados…é a verdade.

E continua..

Deputado Estadual Angelo Coronel presidente da Assembleia Legislativa da Bahia. (Foto Divulgação).

formats

Luiz Melodia é sepultado sob aplausos e gritos de “Viva a cultura negra!”.

Foi enterrado sob aplausos, no fim da manhã de sábado (05.08.), no Cemitério do Catumbi, o cantor e compositor Luiz Melodia. Ele morreu na sexta-feira (04.08.), aos 66 anos. Ele lutava contra um câncer de medula óssea. Amigos como as atrizes Zezé Motta e Regina Casé fizeram questão de comparecer ao enterro. Canções que marcaram a carreira de Melodia, como “Pérola negra”, foram tocadas e cantadas pelos presentes na despedida. Casada há 40 anos com o cantor Luiz Melodia, Jane Reis, cuja família é de Jequié muito emocionada, contou que chamava o marido de “passarinho”.”[Ele] Voou. Voou mais alto. Foi pra longe da gente. Foi cantar em outro lugar”. Com olhos marejados, Jane não soube explicar porque as músicas de Melodia eram tão especiais para a grande maioria dos fãs. “Não sei. Ele era muito sincero, muito inteiro. Tudo o que ele fazia, ele fazia com muita sinceridade. Eu acho que as pessoas se identificam com essa sinceridade, elas se veem na sinceridade. Então, eu acho que o que saía era ele, e acabou. Sem mais, sem menos. Sem meias palavras, ou com muitas meias palavras, mas sinceramente”, declarou. O jornalista Ari Moura conta como conheceu Luiz Melodia. “Foi por acaso estava no Ginásio de Esportes Aníbal Brito no Jequiezinho onde trabalhava quando chegou um homem escuro cabelo afro perguntando se poderia entrar. Respondi que sim e acompanhei até arquibancada e ele falou: “Isso aqui ficou bom”, respondi que sim e disse que ele podia ficar a vontade. Até aquele momento não sabia de quem se tratava. Fui para secretaria do ginásio e ele saiu, Josuel Miranda conhecido pelo apelido de “Galo Cego” que também era funcionário do GEAB veio e me disse: “Sabe quem é aquele moço? Disse não sei. Ele disse é o cantor Luiz Melodia. Como “Galo Cego” era brincalhão achei que não era verdade, só depois foi que soube que a sua esposa era de Jequié e a sogra dele residia em frente ao Ginásio de Esportes, isso foi entre os anos de 1982 a 1983.

Corpo de Luiz Melodia foi sepultado no cemitério do Catumbí no Rio de Janeiro. (Foto Divulgação).

formats

Situação da ADJ indefinida

Publicado em 5 de agosto de 2017, em Esportes.

Próximo de completar um mês da conquista do titulo de campeão do campeonato baiano de futebol 2017-serie B. Associação Desportiva-ADJ enfrenta um sério problema para definir a diretoria que deverá dirigir os destinos do clube nos próximos dois anos já que o mandato do atual presidente Juarez Sampaio-Bolinha finda no mês de dezembro deste ano o seu segundo mandato e já adiantou que não quer continuar tendo cumprido seu compromisso que foi colocar a equipe na serie A do futebol baiano. Mas nos bastidores fatos estão acontecendo e mobilizações politicas de grupos que querem assumir a direção da ADJ de olho no que foi arrecadado nas bilheterias do estádio Waldomiro Borges nos cinco jogos realizados além das vendas de publicidade, camisas, serviço de bar no estádio, camarote (na final) e um bingo. Além da ajuda de empresas ligadas a Prefeitura Municipal de Jequié que foram muito importante, mesmo assim o presidente Juarez Sampaio afirma que as contas bateram “elas por elas”. E as despesas para manter uma equipe competitiva e chegar ao titulo será que foi um custo baixo? As viagens? hospedagens? despesas com o departamento medico? despesas com a FBF e CBF? Estamos a partir do dia 5 de agosto de 2017 a exatos 175 dias para definir este impasse, escolher como será a forma de constituir o departamento de futebol se nos mesmos moldes do que foi feito na serie B com um contrato com o empresário/pastor Marcio Cerqueira o que é agora contestado por alguns dos atuais diretores da ADJ. Ou se será de outra forma. O tempo está passando…A  festa da conquista do titulo de campeão baiano da serie B. (Fotojequiereporter)

formats

MAGICO MINGAU EM JEQUIÉ.

Publicado em 5 de agosto de 2017, em Atualidades.

APOIO:

formats

FOTO DA SEMANA

Essa semana foi marcada por denuncias de leitores deste blog sobre a situação de ruas, loteamentos e até de um bairro inteiro (Amaralina) com as ruas tomadas por buracos e crateras com as chuvas formaram-se poças de lama. O bairro da Amaralina já vem sofrendo a muitos anos são várias as administrações municipais que pouco deram atenção para o bairro o resultado hoje é uma situação muito ruim. Prometeram o esgotamento sanitário depois de vários anos só é liberado 60% não existe uma só rua do bairro com pavimentação são moradores abandonados pelo poder público. Um loteamento o Belo Horizonte que fica a poucos metros do centro da cidade onde já foram construídas boas residencias e até casas comerciais onde inclusive estão funcionando alguns órgãos da Prefeitura que podia ter influencia para receber um atendimento diferenciado. Nada. Entra prefeito e sai prefeito e a situação continua a mesma, até quando ninguém sabe agora começam anunciar serviços de pavimentações de avenidas esburacadas mostrando claramente que o povo das localidadas abandonadas vão ter que esperar mais um tempo.

formats

Recadastramento biometrico em Jequié chega a 34,67%

Publicado em 4 de agosto de 2017, em Jequié.

Dados fornecidos na tarde de sexta-feira (04.08.) dos cartórios da 22ª e 23ª zonas eleitorais somente do município de Jequié fechou com o percentual de 34,676% no universo de 110.841 eleitores cadastrados. Segundo a Srª Cristiane Lauro Costa titular do cartório eleitoral da 23ª zona eleitoral ainda está longe de atingir a quantidade ideal previsto já que só faltam 6 meses para o encerramento previsto para 31 de janeiro de 2018 e ainda faltam 76% dos eleitores se cadastrarem. Nesta sexta-feira foram incorporados mais cinco estagiários chegando agora a 35 entre estagiários, contratados da justiça através de uma empresa. A partir de segunda-feira (07.08.) todos estarão preparados para realizar o recadastramentos e a biometria. No município de Manoel Vitorino já se encontram quatro pessoas treinadas realizando o serviço já de Apuarema um ônibus escolar (foto) trouxe alguns eleitores para o recadastramento biométrico.

Eleitores no Fórum Eleitoral de Jequié aguardando atendimento. (Foto Agência AM).

Funcionários e estagiários se esforçam para atender a todos que  chegam aos cartórios. (Foto Agência AM).

Eleitores retornando de ônibus oferecido pela Prefeitura de Apuarema. (Foto Agência AM).

 

 

 

formats

Conheça a mochila solar (feita de garrafas PET usadas) que recarrega seu celular enquanto você anda!

Publicado em 4 de agosto de 2017, em Atualidades.

Já falamos aqui no The Greenest Post sobre um projeto de mochila solar na África que visa ajudar crianças a estudar. Diferente das “mochilas gigantes” que foram distribuídas para alunos da rede pública municipal de Jequié. Desta vez, foi uma empresa dos Estados Unidos que tomou a iniciativa. A Voltaic, sediada no Brooklyn, lançou a linha Converter de mochilas solares. O princípio é muito simples: a mochila carrega seu celular (ou qualquer outro dispositivo eletrônico) a partir de um painel solar embutido. Assim, seu dono nunca fica na mão! A cada uma hora de exposição no sol, a inovação gera energia suficiente para alimentar um gadget por 3 horas. E não é só isso! Além do painel solar embutido de 5 Watts, a mochila vem com uma bateria móvel para armazenar a energia elétrica produzida. Assim, você pode usá-la onde quiser. Outro recurso disponível é a possibilidade de recarregar sua bateria na rede elétrica convencional, caso seja necessário. Feitas a partir de garrafas PET recicladas, as mochilas são a prova d’água, leves e resistentes a raios UV.De bike o usuário da mochila solar consegue carregar aparelhos como celular ou eletrônicos. (Foto Divulgação).

formats

Prefeitura de Jequié recuperará asfalto de várias ruas e avenidas da cidade.

Publicado em 4 de agosto de 2017, em Jequié.

A empresa ganhadora da licitação pública, modalidade pregão Presencial SRP número 052/2017, deverá recuperar cerca de dois quilômetros de ruas e avenidas utilizando CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), o que proporcionará um reparo com muito mais qualidade. “Os trabalhos foram paralisados em função das chuvas, pois a água que se infiltra na base de cascalho do asfalto danifica a compactação. Sem essa compactação da base e sub-base, os buracos no pavimento voltarão. Estamos trabalhando muito para que o serviço seja completado, mas dependemos das possibilidades climáticas.”, disse o secretário Municipal de Infraestrutura, Fabrício Borges. A empresa ganhadora da licitação pública, modalidade pregão Presencial SRP número 052/2017, deverá recuperar cerca de dois quilômetros de ruas e avenidas utilizando CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), o que proporcionará um reparo com muito mais qualidade. “Os trabalhos foram paralisados em função das chuvas, pois a água que se infiltra na base de cascalho do asfalto danifica a compactação. Sem essa compactação da base e sub-base, os buracos no pavimento voltarão. Estamos trabalhando muito para que o serviço seja completado, mas dependemos das possibilidades climáticas.”, disse o secretário Municipal de Infraestrutura, Fabrício Borges. (Matéria da Ascom da PMJ).Maquinas no serviço de recuperação da pavimentação.(Foto Divulgação).

 

 

formats

Juiz confirma superlotação no Conjunto Penal de Jequié

Publicado em 4 de agosto de 2017, em Jequié.

Na entrevista concedida na Jequié FM 89,7 ao repórter Dell Santos que foi ao ar no programa Bom Dia Jequié e foi reproduzida no programa Ari Moura Comunicando.  Juiz Dr. Valnei Mota Souza da Vara do Juri e Execuções Penais da Comarca de Jequié que foi falar sobre a composição do Conselho da Comunidade  na oportunidade ele aproveitou e falou da situação do Conjunto Penal de Jequié que continua com uma super lotação o que na verdade elimina qualquer possibilidade da ressocialização de um detento além de vários outros problemas existentes ele citou inclusive falta de água no Conjunto Penal. Como juiz ligado ao judiciário não lhe cabe interferir na questão administrativa do Conjunto Penal como disse mas cabe justamente ao executivo cuidar seria o caso da Secretaria de Administração Penitenciária do Governo do Estado. Outro problema que é esquecido pelo governador Rui Costa com o município de Jequié. A formação do Conselho da Comunidade com participação de pessoas de todos os municípios ligados a região pode ajudar muito nos problemas enfrentados pelos detentos. A situação é muito critica.

Detentos estão colocados num ambiente sem a mina condição. (Foto Agência AM)