JEQUIÉ 123 Anos: Prefeitos que administraram o município- parte 15

DANIEL ANDRADE – 1963 a 1967

Mas um medico dirigiu os destinos do município de Jequié marcado por uma campanha politica acirrada e muito disputada. Dr. Daniel Andrade seria o 33º prefeito de Jequié, eleito pelo povo com toda legitimidade, chegando com aquela esperança de que muitas coisas boas iriam acontecer no município porque o governador da Bahia era um jequieense Lomanto Júnior. Mas conta a historia politica, que houve problemas entre o prefeito e o governador e cada um cuidou de tratar os assuntos de Jequié ao seu modo. Jequié ganhou muitas ruas calçadas, um viaduto na Av. Rio Branco ligando o centro da cidade ao bairro do Joaquim Romão. Já por parte do governador Lomanto Júnior a sede do Derba (11ª Residencia), estação rodoviária, pavimentação das avenidas Lomanto Júnior, Franz Gedeon e outras. Não deixou de ser um momento bom para Cidade Sol.

WALDOMIRO BORGES – 1967 a 1971

O 34º prefeito do município de Jequié era eleito também numa eleição bastante disputada onde concorriam outros candidatos fortes. Mas coube a Waldomiro Borges assumir os destinos da cidade ele filho do ex-intendente e prefeito de Jequié João Carlos Borges, seu irmão Dorival Borges tinha tentado uma vez mais não conseguiu agora seria a sua vez de governar a terra que ele nasceu. Muitas obras foram realizadas em destaque o prédio da Prefeitura no bairro do Jequiezinho que começou na administração de Daniel Andrade e terminou na de Waldomiro Borges. O estádio de futebol no bairro do Mandacaru, na época considerado um dos melhores do interior da Bahia, a Prefeitura foi toda restruturada e organizada.

Prédio da Prefeitura Municipal de Jequié construída no inicio dos anos 1970. (Foto arquivo).

 

Redação

Deixe uma resposta