Festas de Carnaval serão proibidas pelo governo na Bahia, avisa Rui Costa.

Assim como aconteceu no fim de ano, o governo baiano vai proibir a realização de festas no período do Carnaval. A folia de Momo é tradicional no estado, mas em meio à pandemia da Covid-19, em que as aglomerações de pessoas devem ser evitadas, a recomendação do governo é para que as pessoas não se reúnam e não promovam festas. Por isso a gestão não vai estimular a realização de eventos no período.  O governador do estado, Rui Costa (PT), falou sobre o tema na quarta-feira (13.01.), durante evento na Vila Militar.  “Feriado de Carnavval não é nacional. Só a terça-feira, os outros dias não serão e não vamos estimular qualquer tipo de aglomeração ou atividade festiva, será proibida assim como no fim do ano”, disse Rui.  Nesta semana o secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, já havia afirmado que não via possibilidade de realização de festas tradicionais na Bahia, como o Carnaval e até o São João, que ocorre em junho. O governador citou a gravidade da situação da pandemia no mundo e avaliou o cenário na Bahia. “Nós estamos chegando ao dia 15 [de janeiro] e até agora não teve esse repique [da curva de contaminação], os números continuam altos, mas não houve acréscimo em função do final de ano”, analisou Rui.  A expectativa dele é de que na segunda quinzena de janeiro os números de novos casos, mortes e ocupação de leitos comecem a cair na Bahia.

O carnaval em Salvador é um acontecimento que reuni milhares de pessoas, não tem como acontecer em 2021. (Foto Reprodução).

 

Redação

Deixe uma resposta