Morre o grande guerreiro Zé Baianão

Aos 88 anos de idade faleceu as 2 horas e 20 minutos desta quinta-feira (21.01.) no Hospital Santa Helena em Jequié José Celestino – conhecido Zé Baianão. Morador de Jequié dedicou sua vida a defesa dos interesses da cidade que ele sempre amou, como dizia “fui fateiro, carreguei feira, sempre tive orgulho do que fazia, nunca tirei nada de ninguém”. Gozava da amizade de todos defendia seu bairro o Jequizinho onde sempre morou com sua esposa dona Dalva criou os filhos com muito orgulho encaminhando para vida. Teve amizades importantes como do Sr. Waldomiro Borges e os filhos, Lomanto Júnior e tantos outros políticos, Zé Baianão na hora de dizer a verdade não media as palavras. “Eu conhecia Zé Baianão desde quando ele foi administrador do estádio Anibal Brito no Jequiezinho”-disse o jornalista Ari Moura. Fizeram uma boa amizade, o jornalista sempre teve admiração por ele e ouviu alguns conselhos, assim eram com todos que militam na imprensa de Jequié. O corpo de Zé Baianão será velado no velatório da Pax Nacional  será sepultado a tarde no cemitério São Lazaro no Jequizinho.

           Zé Baianão conhecia a história de Jequié como ninguém. (Foto Produção).

Redação

Deixe uma resposta