Faroeste: MPF pede manutenção de prisão de réus pela operação

A subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pediu ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Og Fernandes, a manutenção da prisão preventiva de seis réus investigados na Operação Faroeste. De acordo com Lindôra, é preciso manter a prisão da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), de seu genro Márcio Duarte Miranda, do juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, do servidor do TJ-BA Antônio Roque do Nascimento Neves, do empresário Adailton Maturino dos Santos e, também, de sua esposa Geciane Souza Maturino dos Santos. A operação versa sobre crimes de corrupção e lavagem de dinheiro organizada em três núcleos de investigados, integrados por desembargadores, advogados e produtores rurais, com a intenção de negociar decisões judiciais, em especial para a legitimação de terras no oeste do estado da Bahia. (matéria do blogpoliticalivre).

Desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia. (Foto Reprodução).

 

Redação

Deixe uma resposta