Em Feira, a cada 10 internados na UTI quatro morrem por Covid

O número de pacientes contaminados pela Covid-19 que dão entrada, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha de Feira de Santana continua alto. O médico Francisco Mota, diretor da unidade hospitalar, alerta que a cada 10 internados quatro não resistem às complicações provocadas pelo vírus. Outro dado preocupante é o número de leitos ocupados, sendo 28 dos 44 clínicos (média de 70%) e lotação nos de UTI. “A comunidade deve colaborar respeitando os protocolos preventivos, como distanciamento social e uso de máscara, principalmente jovens que estão sendo contaminados por novas variantes”, adverte. O médico também afirma que, atualmente, 5% da população feirense (cerca de 35 mil pessoas) foi diagnosticada com a doença, representando um sinal de alerta. “Se não tomarem cuidado, o índice pode subir até dez vezes devido a variante P1, por exemplo, possuir alto grau de letalidade”. Apesar disso, o médico tem esperança de que a vacinação possa reduzir os índices. Um novo estudo realizado com profissionais de saúde de Manaus aponta que a vacina CoronaVac tem 50% de eficácia contra P.1 (variante brasileira do coronavírus). “A vacina mantém o mesmo nível de eficácia de proteção contra uma nova cepa, trazendo impacto no controle da doença”. (As informações são da Secom de Feira de Santana.).

Paciente internado em UTI no Hospital de Campanha em Feira de Santana, (Foto: Ascom/ Hospital de Campanha).

Redação

Deixe uma resposta