Governador do Rio veta troca de nome do Maracanã, proposta pela Alerj

O nome de batismo do Maracanã, Estádio Jornalista Mário Filho, não será mais alterado. O Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro publicou nesta quinta-feira (8) o veto do governador em exercício, Cláudio Castro, à mudança de nome do Complexo do Maracanã – para Edson Arantes do Nascimento, Rei Pelé – proposta em projeto de lei (PL), aprovado pela Assembleia Legislativa (Alerj).  Na última terça (06.04.), a própria Alerj voltou atrás, após repercussão negativa gerada após aprovação do PL, em regime de urgência, o dia 9 de março. O presidente da Assembleia e autor do projeto, André Ceciliano (PT), se reuniu virtualmente com o Colégio de Líderes e os  parlamentares decidiram recomendar ao governador Cláudio Castro o veto à troca de nome.  O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) também já havia recomendado ao governador, no último dia 19, que vetasse a projeto da Alerj, com base no Decreto Municipal de 2012, segundo o qual o Maracanã está integrado à identidade cultural carioca. (Agência Brasil).

Entrada principal do Estádio Mário Filho – Maracanã no Rio de Janeiro. (Foto Agência Brasil)

 

Redação

Deixe uma resposta