19 de ABRIL DE 2021: Maracás completa 166 anos de emencipação politica.

Tem tradição nos festejos juninos, já tendo sido apelidada de Suíça Baiana por ser uma cidade de clima muito frio com relação às cidades do entorno.

Maracás, conforme o histórico apresentado, é uma cidade que possui traços de diferentes culturas, pois em sua formação populacional recebeu influências de diversos grupos culturais, desde a presença de índios, a penetração dos portugueses conquistando o território e trazendo com eles o negro, até a colonização dos italianos e a chegada dos alemães, estes por conseqüência da II Guerra Mundial. A diversidade de atividades e manifestações culturais locais está evidente no audiovisual e radiodifusão; cinema com salas de exibições no Auditório Municipal, Auditório do Centro de Convivência, Clube 13 de Maio – Ponto de Cultura Acordes do Jiquiriçá; culturas digitais; expressões artísticas com destaque na música, dança e literatura; a cultura popular caracterizada por uma série de ações que marcam a influência dos grupos culturais que habitaram e ainda sobrevivem no município, sendo referência para a nova geração que, através da prática e vivência de cada localidade, sustenta a sabedoria e a transmissão dos conhecimentos e valores. Em Maracás, a comunidade do Cuscuz é reconhecida pela população como sendo quilombola, porém ainda não recebeu a certidão de autodefinição emitida pela Fundação Palmares. A Prefeitura está buscando o reconhecimento legal para declarar como quilombolas as comunidades do Cuscuz, Pindobeiras, Caldeirão dos Mirandas, Boqueirão e Jacaré. Quanto às festividades da comunidade, algumas são de cunho religioso, como as Festas dos Padroeiros da sede (Nossa Senhora das Graças e São Roque) e festas de padroeiros em alguns povoados, sendo inclusive feriado municipal o dia 27 de novembro, dedicado à padroeira, como também, o 19 de abril , no qual se comemora o aniversário da cidade este ano de 2021 comemorando seus 166 anos de emancipação política. No povoado de Porto Alegre, algumas datas comemorativas são marcantes: a Festa de São Sebastião que ocorre no dia 20 de janeiro e a Festa do Pimentão no mês de novembro. As festas juninas também têm forte tradição no município, embora tenham perdido algumas características e deixando de ser realizada deste 2020 em virtude da pandemia da Covid 19. Assim, percebe-se que alguns costumes estão desaparecendo, como acender fogueira (questão ambiental), levantar o ramo, visitação às casas das pessoas para celebração e confraternização, bebendo licor e comendo iguarias juninas. Prefeitos como fernando carvalho e Nelson portela são lembrados pelas administrações que fizeram dando um outro vigor ao municipio o atual prefeito é o comerciante Uilson Novaes – conhecido como Soia que está no seu segundo mandato.

Maracás completa 166 anos de sua fundação em 19 de abril de 2021. (Foto Reprodução).

 

Redação

Deixe uma resposta