Jornalista Ari Moura toma 2ª dose em dia calmo de vacinação.

A falta de uma divulgação maior por parte da Secretaria Municipal de Saúde em Jequié com antecedencia pode ter deixado muitas pessoas sem vacinar na quarta-feira (21.04.) feriado nacional Dia de Tiradentes. O calendario que vem sendo cumprido pela Secretaria de Saúde do municipio, atende as pessoas por faixa etária em ordem decrescente tendo começado por pessoas com 99 anos até o momento com 60 anos. Houve duas paralizações da vacinação por falta da vacina, que foi deixada de passar pelo Governo do Estado, justamente essas duas últimas faixas etárias 61 e 60 anos. Mas as pessoas que estavam programados para receber a segunda dose, a vacina não faltou, mas um grande número de pessoas não estão comparecendo como foi registrado na quarta-feira no feriado onde as equipes da Secretaria de Saúde estavam a postos das 8 horas até as 13 horas Em frente ao aeroporto Vicente Grilo, em frente ao estádioi Waldomiro Borges e no colegio modelo Luiz Eduardo Magalhães na av. César Borges. O jornalista Ari Moura que teve essa data marcada para tomar a segunda dose compareceu no posto do aeroporto Vicente Grilo acompanhado do seu filho Deni Moura, que registrou o momento da vacinação (foto). Moura disse: “É muito importante que todos tomem a vacina, para sairmos dessa situação tão agustiante, que já chegou a mais de 15 meses, tirando a vida de milhares de pessoas no Brasil e aqui em Jequié, o que nos causa muita tristeza.” – afirmou.

Poucas pessoas comopareceram para receber a vacina no feriado em Jequié. (Foto Agência AM).

Jornalista Ari Moura recebeu a segunda dose da vacina contra a Covid 19 em Jequié. (Foto Agência AM).

Redação

Deixe uma resposta