Júlio Lucas lançou livro na Casa Amarela

Por Tamile

O escritor e presidente da Academia de Letras de Jequié, Júlio Lucas, lançou na sexta-feira (14) seu livro Radiografismos pela editora NóCego de Domingos ‘Dom’ Calixto na Casa Amarela, um evento organizado por Fabíola Coelho e produzido por Murilo Hohlenweger, que reuniu amigos e admiradores da sua arte.


                                 O escritor e poeta Júlio Lucas / Foto: Rubem Andrade

A atração contou com a participação musical de Carlos Éden e Zezinho Magalhães, apresentando um variado repertório que foi desde os Beatles à Luiz Gonzaga, récitas e leituras poéticas feitas por artistas e convidados, uma roda de conversa descontraída entre o autor, Júlio Lucas, Dom Calixto e os presentes, sob mediação de Fabíola Coelho, a exibição de videopoemas e a sessão de autógrafos do autor. Entre os presentes estavam os poetas Níicia Verena, Nara Rubia, José Inácio e Pedro Solarte, e os atores Yan Quadros Dilo, Jomir Gomes e Bia Limeira, sendo a última uma cineasta jequieense que está lançando seu primeiro curta, rodado em Jequié, no qual ela dirigiu e roteirizou.


Júlio Lucas (a direita) com Carlos Eden e Zezinho Magalhães, Fabíola Coelho e Gustavo Mariniello (casal a esquerda) / Foto: Murilo Hohlenweger

Radiografismos apresenta mais de 40 poemas em suas 120 páginas, divididos em cinco capítulos: Prólogo, Vaticínio, A tragicomédia humana, Radiografismos e Epílogo. Nascido no período da pandemia, o autor diz que seu livro representa um diálogo lírico com a vida e a morte dentro e fora de nós.

Redação

Deixe uma resposta