Obra no Distrito Industrial de Jequié chegou aos 150 dias.

Isso mesmo, 150 dias de obras no Distrito Industrial rio das Contas no municipio de Jequié! Iniciada no dia 26 de janeiro de 2022, as obras de recuperação do Distrito Industrial em Jequié. chega a um tempo que daria para realizar quatro distritos sem precisar muito esforço, isso se fosse num país como o Japão. País que já sofreu sérios problemas de tufões e tsunami, com cidades e rodovias inteiras destruídas, mas conseguem recuperar em tempos recordes. Infelizmente no Brasil e na Bahia as coisas acontecem de forma lenta e muito demorada que causam muitos prejuízos, como vem registrando a reportagem deste blog e do programa Ari Moura Comunicando na Jequié FM. Iniciada no dia 25 de janeiro de 2022, com direito a divulgação nos meios de comunicação de Jequié, registros com fotos e vídeos, quando na época o governador da Bahia Rui Costa ainda estava aliado com o prefeito de Jequié Zé Coca, afirmando a grande obra que já tinha mais de 12 anos que4 se fazia necessária pela situação em que se encontrava as ruas do Distrito Industrial de Jequié. Muitas reuniões, pedidos de providencias por parte da entidade que representa as industrial ACIJ-Associação Comercial Industrial de Jequié, pronunciamentos e requerimentos do deputado Leur Lomanto Júnior quando do mandato na Assembleia Legislativa da Bahia e hoje no Congresso Nacional. Discussões sobre os recursos que seriam aplicados, os constantes orçamentos que eram apresentados, mas só faziam aumentar pelo tempo que passava. A semana que se encerra neste sábado (25.06.), a reportagem registrou a presença de carretas e bi trem no Distrito esperando para serem descarregadas nas empresas ali instaladas (Foto), a importância que é ter os acessos recuperados e em ótimas condições para não continuar prejudicando a todos.

Enormes carretas estacionadas ao longo das vias do Distrito Industrial de Jequié. (Foto Agência AM).

Veículos pesados vem sofrendo com as péssimas condições de acesso no Distrito Industrial de Jequié. (Foto Agência AM).

Redação

Deixe uma resposta